Segunda Geração do Camaro 1970 a 1981

News - 1 de junho de 2015

O início da segunda geração do Camaro foi marcado por uma nova disputa com a concorrência. A GM descobriu que a Ford estava com planos para reestilizar o Mustang para 1970. Assim, a Chevrolet desenhou o Z28 “Shark- Nose” (boca de tubarão).

1970 Camaro Z28
1970 Camaro Z28

1970 Camaro Número 01

Nesta geração o Camaro passou por alterações estéticas, mantendo sua identidade, mas tendo as dimensões aumentadas. Os carros ficaram mais longos e amplos que seus antecessores. Também adquiriu equipamentos de série e as versões RS (motor 6 em linha 250 de 155 cv), SS (motor V8 350 de 255 ou 300 cv) e Z28 (motor 350 de 360 cv).

1970 Camaro Z28

Mudanças na segunda geração do Camaro

Durante a década de 70, em virtude da guerra do Vietnã e do aumento excessivo do petróleo, os consumidores passaram a dar preferência a carros econômicos, resultando em queda nas vendas do Camaro. Ao mesmo tempo, o governo estabeleceu novas normas contra a poluição que coibiram a produção dos motores V8 e, consequentemente, os modelos SS. Então, para atender às novas exigências do mercado, foi lançado, em 1973, o Camaro LT (motor 6 em linha).

1973 Camaro LT

Em 1974 o LT passou por mudanças e ganhou um pacote de acessórios chamado de Rally Sport, tornando-o mais acessível ao consumidor. As vendas voltaram a crescer, chegando a registrar 200 mil carros vendidos em 1977 e 2 milhões produzidos em 1978.

1977 Camaro Z28

Veja no próximo artigo a evolução do Camaro em sua terceira geração, quando apresentou um visual futurista para a época, lançou modelo com injeção eletrônica e teve seu momento de glória ao comemorar 25 anos.

Murillo Cerchiari

Hoje trabalho com o que eu mais gosto e me dedico inteiramente a realizar sonhos desses apaixonados por carros clássicos.

Receba carros antigos e novidades no seu email.