Conheça a fábrica da Shelby

News - 24 de junho de 2016

Se você acha que em Las Vegas só existe casino e esbórnia, é aí que você se engana. Claro que casino e esbórnia tem de sobra por lá, mas aquelas terras áridas de Nevada, Estados Unidos, guardam surpresas agradabilíssimas. Por exemplo, é lá que fica a Shelby American Inc., único espaço no mundo que reúne fábrica, loja e museu de uma das preparadoras de carros mais importantes do mundo.

O espaço foi inaugurado em 2013, e é uma pena pensar que Carrol Shelby – se você curte carros, certamente já ouviu falar dele – não viveu para ver o local que idealizou. O “mago dos Mustangs” faleceu em 2012, aos 89 anos. O cowboy texano passou boa parte da vida dedicado à criar carros esportivos, que se tornariam lendas dentro e fora das pistas e que estão na lista de desejos de milhares de aficcionados por carros ao redor do mundo.

Shelby

Quem foi Carrol Shelby?

Uma das maiores lendas do mundo automobilístico, Carrol Shelby é também dono de uma história impressionante. Ele nasceu em 11 de janeiro de 1923 em Leesburg, Texas. Em 1941, entrou para a Força Aérea de Lackland, também no Texas, como instrutor de vôo e chegou a combater na Segunda Guerra Mundial. Em 1945 abandonou a aviação para entrar no ramo de caminhões. Todavia, a aventura não vingou e, em 1949, aos 26 anos, ele passou a ganhar a vida como criador de galinhas. (Oi?) A paixão por carros começou mesmo em 1952, quando ele participou de suas primeiras corridas de rua a bordo de um inglês MG-TC e venceu as duas.

Em abril de 1954, Shelby pilotou um Aston Martin DBR3 para John Wyer e terminou em segundo, o que lhe garantiu uma vaga como co-piloto em Le Mans no mesmo ano. Em 1959, ele venceu a corrida de Le Mans dividindo um Aston Martin DBR1 com Roy Salvadori. Dois anos depois, Shelby seria nomeado o piloto do ano duas vezes consecutivas pela revista norte-americana Sports Illustrated. Em dezembro de 1960, aos 37 anos, ele fez sua última corrida e ganhou o título pelo campeonato USAC (United States Auto Club) daquele ano.

Shelby

Sobre a Shelby American Inc.

Carrol Shelby fundou a Carrol Shelby International em 1962, hoje batizada de Shelby American Inc. Tudo começou quando Carrol pegou um – já antiquado para a época – chassi do AC inglês, colocou um motor “V-oitão” da Ford e mexeu em toda a engenharia do carro para que ele aguentasse a nova potência. Nascia o Shelby Cobra CSX2000. Pesando apenas 960 quilos, ele facilmente “engoliu” modelos da Jaguar, Chevrolet, Porsche e Aston Martin. Em 1965, a equipe Shelby Cobra arrancou das mãos da Ferrari o título da categoria GT do World Sportscar Championship. De 1962 a 1965, a Shelby produziu 655 Cobras, vendidos a US$ 5.995.

Exposto na fábrica, está o primeiro CSX2000, considerado um dos – senão o – esportivo norte-americano mais valioso do mundo, avaliado em US$ 25 milhões, ou fazendo uma rápida conversão, o equivalente a R$ 100 milhões. Ele foi de Carrol Shelby a vida toda e encontra-se original, com o mesmo motor Ford 260, mesmos freios, mesmo interior e mesma carroceria (já pintada algumas vezes). Depois do AC, Carrol Shelby não parou mais de criar peças de alta performance e transformar carros de rua em verdadeiros demônios sobre rodas.

Shelby

“O DNA do CSX2000 está em cada Shelby e em cada peça de alta performance que produzimos” – Carrol Shelby.

A preparadora fez parcerias com “gente grande” da indústria automotiva como a Ford e, o que poucos sabem, também a Chrysler, e fez história com modelos icônicos e desejados até hoje. Quem não se lembra dos Ford Mustang Shelby GT350, Shelby GT500 e Shelby GLHS? Hoje, a montadora produz os modelos: Shelby GT Ecoboost (vendido a partir de US$ 23.995), Shelby GT (parte de US$ 23.995), Shelby Super Snake (US$ 49.999 para a versão com 670 cv e US$ 54.999 para a versão com mais de 750 cv) e Shelby 1000 (preparação disponível apenas para Mustangs 2011 e 2012 partindo de US$ 149.995). Isso para os Mustangs. Quanto às picapes, a Shelby prepara a Baja 700 (parte de US$ 45.000 para modelos de 2011 a 2014) e a Shelby F-150, que sai por US$ 85.995 com motor aspirado de 395 cv e US$ 98.995 equipado com motor supercharged de 700 cv. Rumores dizem que uma Shelby Ranger está por vir. Será mesmo?

Se você achou caro, saiba que os preços incluem apenas a preparação, o carro base está fora deste valor. O cliente deve comprá-lo a parte.

Na fábrica ainda há mais três modelos especialíssimos em produção, a edição comemorativa de 50 anos dos modelos Shelby Daytona Coupe e o Shelby 289 FIA Cobra. Os modelos são vendidos em carrocerias de fibra de vidro ou alumínio com preços que variam de US$ 104.995 até US$ 349.995. Porém, o carro é entregue sem o motor e o câmbio. Isso porque a legislação norte-americana, assim como no Brasil, não permite que um veículo saia da linha de produção sem cumprir pré-requisitos mínimos de segurança, como a inclusão de airbags, freios ABS, entre outros equipamentos. Além do valor salgado, o cliente ainda tem que correr atrás de motor e do câmbio para colocar o carro para andar e depois se virar com a legislação para emplacá-lo.

A Shelby começou 1962 em Santa Fe Springs, na California. Em 1967 mudou-se para Michigan e em 1986 voltou para California. Desde 1998, este verdadeiro templo do automobilismo está em Las Vegas, Nevada, e se você for até lá, não deixe de conhecer o local.

A loja e o museu ficam abertos de segunda à sábado das 9h30 às 18h e aos domingos das 10h às 16h (horários locais). Há visitas guiadas de segunda à sexta às 10h30 e às 13h30. Aos sábados, o tour acontece às 10h30. As visitas são gratuitas e não é necessário agendamento, basta chegar no horário e estar preparado para receber um vasto conteúdo (em inglês) sobre a história da marca. Ao final do tour, os visitantes podem adentrar em uma área cercada no galpão de produção e observar os mecânicos trabalhando. Nós tivemos a sorte de poder circular por cada canto da fábrica e ver de perto como tudo é feito., por isso, não deixe de ver nosso vídeo.

Publicado originalmente por Webmotors

admin

Receba carros antigos e novidades no seu email.