A busca por um Mustang Fastback

News - 27 de julho de 2015

O Mustang entrou na vida de Marco Coelho quando ele tinha seis anos, ao ganhar o seu primeiro Matchbox. Com o passar do tempo foi despertada uma grande paixão pelo carro, que motivou uma busca incessante pelo Mustang Fastback, modelo que o fascinou por seu design e atributos. Confira agora essa história, recheada de expectativas e emoções, relatada pelo próprio Marco Coelho.

“Eu fui educado por um cidadão absolutamente fanático por carro antigo, cresci vendo os carros com olhos apaixonados, aprendendo a valorizar os detalhes das raridades que cruzavam o meu caminho. Pertencia à geração dos Muscle Cars e dos Matchbox, então os possantes clássicos estavam enraizados em minha vida.

1968 Mustang GT CS Matchbox
1968 Mustang GT CS Matchbox

Durante a adolescência tive a oportunidade de conhecer o verdadeiro Mustang no cinema. Era um carro que aparecia em vários filmes, então começou a mexer com as minhas emoções. Eu admirava cada vez mais a potência e a beleza desse clássico!

Bullitt-and-Steve-McQueen-Ford-Mustang-390GT-vs-Dodge-Charger-440RT
Bullitt and Steve McQueen – Ford Mustang 390GT vs Dodge Charger 440RT
Gone in 60 Seconds
Gone in 60 Seconds
Gone in 60 seconds (1974)
Gone in 60 seconds (1974)

Com o passar dos anos, foi crescendo o desejo de ter esse carro, que me acompanhou em fases tão especiais da vida. No momento de escolher o modelo, optei pelo Fastback, que me conquistou de uma forma muito especial por ser uma raridade, com uma mistura entre carro racing e carro de vilão. Além disso, homem é homem, gosta de curvas, gosta de desenho delicado, gosta de força, gosta de potência e sua carroceria extremamente bela e vistosa me transmitia a sensação de estar diante de um conjunto desenhado por Deus.

1967 Shelby GT350 Fastback
1967 Shelby GT350 Fastback

Mas por ser um carro muito desejado no mundo e com uma quantidade limitada no Brasil, a minha busca tornou-se um desafio! Indeciso quanto à compra imediata ao encontrar o Mustang Fastback, perdi algumas oportunidades de adquiri-lo. A procura era grande e quando o carro era colocado à disposição, não dava tempo de ficar pensando, sempre vinha alguém na frente e o comprava.

O Mustang Fastback precisou esperar

Nesse meio tempo, a vida trouxe novas situações que foram protelando a compra do Mustang. Eu me casei, comprei um apartamento, tive um filho… e a aquisição do carro era sempre deixada para o dia seguinte. Não houve trégua nessa sequência de acontecimentos! Mas durante o planejamento do segundo filho, percebi que se eu não comprasse o carro naquele momento, não compraria nunca mais.

Mustang

Para mim sempre foi muito importante a minha família estar presente e decidida a comprar esse carro junto comigo. Então, motivado pelas circunstâncias e pelo apoio recebido por minha mulher e meu filho pequeno, retomei a busca pelo Mustang Fastback.

Já havia dois anos que eu estava recebendo auxílio do Murillo, que me apresentou uma dezena de carros, em diversos estados de conservação (desde aqueles que precisariam passar por restauração até os que estavam prontos), sempre me instruindo e orientando quanto aos pontos positivos e negativos de cada carro.

Eu considerei todas as possibilidades para chegar ao resultado que esperava e ao valor que havia previsto desembolsar. Avaliei o gasto que teria ao restaurar um carro para ficar da forma como eu desejava e verifiquei se as opções de carros prontos que ele me mostrava eram de meu agrado. Até que um dia nós encontramos aqui em São Paulo um rapaz que tinha comprado um Mustang Fastback perfeito em Brasília, do jeito que eu havia imaginado, e conseguimos fechar o negócio.

1967 Mustang Fastback
1967 Mustang Fastback
1967 Mustang Fastback
1967 Mustang Fastback

foto 3 foto 4

A minha alegria ficou completa, porém, ao receber o apoio do meu filho Antônio (que só tinha dois anos e eu queria que ele entrasse no carro e se sentisse feliz) e da minha mulher, que eu esperava que me apoiasse e usasse o carro junto comigo.

Marcos e Antonio
Marco e Antonio

Sob meus cuidados, o Mustang está sendo melhorado de acordo com o meu gosto e encontrou um local para passar mais alguns momentos felizes junto com alguém. Hoje eu me sinto um guardião desse Mustang Fastback. Ele vai ficar comigo até ir para a mão de outra pessoa e também fazê-la muito feliz. Provavelmente meu próprio filho! Agora é só colocar um Metálica no som do carro e sair com o meu filho todo final de semana para ir à padaria curtir um belo de um café da manhã em família!

Detailing
Detailing

Com tantas adversidades impostas pela vida, a aquisição do Mustang Fastback foi a minha grande conquista! Antigamente, nas viagens com minha mulher, eu costumava pegar o carro alugado para ir de uma cidade a outra e ficava me imaginando naquelas retas sem fim das estradas americanas, entre Monterey  e São Francisco, dirigindo o meu Mustang. De repente, o carro que fizera parte dos meus sonhos, pode ser, finalmente o protagonista de uma feliz história de realizações.”

Highway 1
Highway 1

Gostou do relato de Marco Coelho? Então comente e compartilhe! É muito importante para mim, saber a sua opinião! E se você também é apaixonado por carros antigos e faz planos para um dia de ter o seu clássico, entre em contato para esclarecer suas dúvidas e se preparar para a realização deste sonho.

Entre em contato

Murillo Cerchiari

Hoje trabalho com o que eu mais gosto e me dedico inteiramente a realizar sonhos desses apaixonados por carros clássicos.

Receba carros antigos e novidades no seu email.